O Open Web Application Security Project (OWASP) é uma comunidade de segurança que se dedica a melhorar a segurança de software em todo o mundo. A OWASP mantém uma lista dos 10 principais riscos de segurança de aplicativos da web, que é atualizada regularmente para refletir as últimas ameaças de segurança. Neste artigo, discutiremos os 10 principais riscos OWASP e como eles podem ser mitigados.

  1. Injeção SQL

A injeção SQL é uma técnica de ataque em que um invasor insere comandos maliciosos em um aplicativo da web por meio de formulários ou outras entradas. Esses comandos podem ser usados ​​para acessar dados confidenciais, alterar informações ou excluir dados do sistema. Para evitar a injeção SQL, os desenvolvedores devem usar consultas parametrizadas ou funções de mapeamento de objeto para interagir com o banco de dados, em vez de concatenar strings de consulta.

  1. Cross-Site Scripting (XSS)

Cross-site scripting (XSS) é uma vulnerabilidade que permite que um invasor execute scripts maliciosos no navegador de um usuário. Isso pode permitir que o invasor roube informações de login ou outra informação confidencial do usuário. Para evitar o XSS, os desenvolvedores devem codificar corretamente a entrada do usuário antes de exibi-la no navegador e usar o Content Security Policy (CSP) para restringir o que pode ser executado no navegador.

  1. Quebra de Autenticação e Gerenciamento de Sessão

Quebra de Autenticação e Gerenciamento de Sessão ocorre quando as vulnerabilidades no gerenciamento de sessões e autenticação permitem que os invasores assumam a identidade de outros usuários. Para evitar isso, os desenvolvedores devem usar tokens de sessão de longa duração e implementar autenticação forte, como autenticação de dois fatores.

  1. Exposição de Dados Sensíveis

Exposição de dados sensíveis ocorre quando informações confidenciais são armazenadas ou transmitidas sem criptografia adequada. Para evitar isso, os desenvolvedores devem criptografar todas as informações confidenciais e usar protocolos de criptografia seguros, como SSL / TLS.

  1. XML External Entities (XXE)

XML External Entities (XXE) é uma vulnerabilidade que permite que um invasor execute código arbitrário em um servidor que analisa XML. Para evitar o XXE, os desenvolvedores devem desativar o processamento de entidades externas XML ou usar uma biblioteca de processamento de XML segura.

  1. Quebra de Acesso a Diretórios

Quebra de acesso a diretórios é uma vulnerabilidade que permite que um invasor acesse arquivos ou diretórios que não deveriam estar acessíveis. Para evitar isso, os desenvolvedores devem implementar verificação de autorização em todos os arquivos e diretórios e garantir que todos os arquivos confidenciais estejam fora do diretório raiz da web.

  1. Quebra de Autenticação e Senha Fraca

Quebra de autenticação e senha fraca ocorre quando senhas fracas ou vulnerabilidades no processo de autenticação permitem que os invasores acessem informações confidenciais. Para evitar isso,

os desenvolvedores devem implementar políticas de senha fortes e autenticação multifatorial para aumentar a segurança das contas de usuário.

  1. Cross-Site Request Forgery (CSRF)

Cross-Site Request Forgery (CSRF) é uma vulnerabilidade que permite que um invasor execute ações maliciosas em nome de um usuário autenticado. Isso pode permitir que o invasor altere informações do usuário, como senha ou endereço de e-mail. Para evitar o CSRF, os desenvolvedores devem usar tokens de segurança em todas as solicitações POST e validar o referenciador da solicitação.

  1. Componentes com Vulnerabilidades Conhecidas

Os componentes com vulnerabilidades conhecidas podem introduzir vulnerabilidades no aplicativo da web. Para evitar isso, os desenvolvedores devem manter todos os componentes atualizados e monitorar regularmente as atualizações de segurança para componentes de terceiros.

  1. Redirecionamento e Encaminhamento Não Validados

Redirecionamento e encaminhamento não validados é uma vulnerabilidade que permite que um invasor redirecione um usuário para um site malicioso. Para evitar isso, os desenvolvedores devem validar todas as solicitações de redirecionamento e encaminhamento e limitar o acesso a sites maliciosos.

Conclusão

Os 10 principais riscos OWASP representam algumas das ameaças mais significativas para aplicativos da web. Os desenvolvedores devem estar cientes dessas vulnerabilidades e implementar as melhores práticas de segurança para mitigá-las. Além disso, é essencial que as empresas realizem testes regulares de segurança e mantenham seus aplicativos atualizados para garantir a segurança contínua do usuário e a integridade do sistema.